sexta-feira, 12 de julho de 2019

40 tendências de design de interiores para 2019


Gostas de te rodear das últimas tendências de design de interiores? O Excelente diz-te quais serão as maiores tendências de design de interiores em 2019.



10 tendências gerais de decoração de interiores para 2019




1. O maximalismo

Após vários anos a ser utilizado na decoração de interiores, o minimalismo é finalmente abandonado em 2019. Este ano, podes apostar no maximalismo, tens ao teu dispor um leque muito maior de possibilidades, podendo conjugar vários estilos. Com esta nova tendência, vais poder utilizar objetos decorativos mais interessantes, que não sejam padronizados nem simplificados.



2. As lareiras contemporâneas

A lareira é um elemento de decoração cada vez mais requisitado e em 2019 estará completamente dentro das tendências. Lareiras modernas, com um design cada vez mais subtil, farão toda a diferença no design de uma sala de estar. Além de acrescentar valor às casas, este elemento cria ambientes muito aconchegantes.



3. O regresso do uso do preto

“Com preto não me comprometo”, é o que se diz. Em 2019, este dizer popular vai fazer todo o sentido, já que o preto vai ser uma das cores mais utilizadas tanto em móveis, acessórios e acabamentos como em paredes. À partida podemos pensar que utilizar preto nas paredes é uma decisão bastante arriscada, contudo, quando utilizado com contraste claro, o preto pode até ajudar a tornar o espaço visualmente maior.



4. O uso dos elementos naturais

A decoração de interiores em 2019 será muito mais ecológica. Assim sendo, serão utilizados muitos elementos naturais e que remetam para espaços ecológicos.



5. As formas curvas

Na decoração de interiores minimalista, as formas retas são as preferidas. Em 2019, como já explicámos, o minimalismo não vai ditar mais as regras da decoração de interiores. Assim, móveis e elementos de decoração curvos e com formas mais irreverentes serão muito bem-vindos. Desde cadeiras macias e felpudas até mesas de centro curvas, tudo isto será permitido e incentivado no que diz respeito à decoração de interiores.



6. Os tons terrosos

Dentro da tendência dos elementos naturais e ecológicos surge a tendência da utilização de cores terrosas. Se nestes últimos anos, o cinzento tem sido a cor mais utilizada no design de interiores, em 2019 serão as cores ligadas à terra que mais se vão destacar.



7. As cozinhas mais escuras

Desde meados dos anos 80 que a maioria das cozinhas contemporâneas têm sido decoradas em branco. Armários, bancadas e ilhas de cozinha têm sido por norma escolhidas em tons claros. Em 2019, isto muda. Como vimos, os tons mais escuros estarão dentro das tendências e as cozinhas não serão exceção. Incorporar armários em tons de madeira escura, por exemplo, é uma boa ideia para trazer a sua cozinha para as tendências de 2019.



8. Um cantinho para refeições

Combinar a cozinha com a sala de estar pode parecer algo do passado, mas a verdade é que em 2019 esta tendência está de volta. Criar uma espécie de cantinho para refeições mais rápidas na cozinha é uma ideia prática e fashion. Este espaço informal vai ser bastante útil e aconchegante para refeições mais solitárias ou mais privadas.



9. Os móveis multifuncionais

Cada vez existe uma disponibilidade de espaço menor nas casas das pessoas e, por isso, os designers têm trabalhado no sentido de oferecer móveis mais inteligentes e com várias funcionalidades. Em 2019, móveis pequenos e que se adaptam a diferentes espaços e estilos serão uma das principais tendências.



10. Os tetos pintados

O teto foi ignorado durante muitos anos, mas em 2019 ele vai ter o destaque que merece. Desde a utilização de papel de parede a pinturas ousadas, em 2019 o teto vai ganhar vida e entrar no esquema de decoração.



10 tendências de decoração de salas de estar para 2019




1. Os sofás irreverentes

Como já mencionámos, as formas mais retas e tradicionais não vão ser as preferidas dos designers em 2019. Neste seguimento, também os sofás assumirão formas e disposições diferentes. Por exemplo, a conjugação entre pequenos sofás com um grande banco pode ser uma boa ideia de conseguir um estilo irreverente.



2. As lâmpadas de parede

No que diz respeito à iluminação das salas de estar, a tendência será utilizar lâmpadas de parede com uma silhueta artística. Além de permitirem imensa flexibilidade na iluminação dos espaços, estas lâmpadas conferem um look bastante moderno e interessante às salas.



3. A inspiração digital

As salas de estar serão também decoradas segundo uma inspiração digital. A utilização de uma iluminação mais futurista será outra grande tendência à qual tens de estar atento em 2019 se gostas de decoração de interiores.



4. As formas geométricas e tribais

Os padrões geométricos e tribais serão outra grande tendência na decoração de interiores em 2019. Estes padrões vão ajudar a dar vida às divisões e a transformá-las em espaços mais divertidos e acolhedores.



5. A criação de diferentes secções

Sabias que apenas utilizando móveis e outros elementos consegues criar diferentes secções na tua casa sem a existência de paredes? Em 2019, esta prática será uma grande tendência. Podes criar áreas de jogos para as crianças ou locais de trabalho.



6. O veludo

O veludo será um material bastante utilizado em decoração de interiores em 2019. Poltronas com estofes de veludo e pufes ou almofadas de veludo são excelentes opções para tornar a sua casa mais elegante e trendy.



7. As pequenas mesas alternativas

Se tens pouco espaço, não penses que tens de optar por uma mesa de centro pequena tradicional, existem mesas pequenas alternativas que vão dar um toque especial à decoração da tua sala.



8. Os espelhos

Em 2019, áreas decoradas com espelhos ou objetos espelhados ficarão ainda mais dentro elegantes e dentro das tendências. Este ano, os especialistas estão sobretudo a incentivar o uso de espelhos com um toque mais artístico.



9. A harmonia

Em 2019, poderá arriscar utilizando diferentes padrões e tons justapostos. Contudo, deve sempre ter em mente a paleta de cores e as combinações que está a utilizar para que exista uma harmonia na decoração geral da sala. Em espaços pequenos deve ter um cuidado ainda maior para que as peças não pareçam desconexas entre si.



10. O verde escuro

Se as cores terrosas são uma grande marca da decoração de interiores, em geral, podemos afirmar que os verdes escuros serão uma das grandes tendências para as salas de estar, em particular. Esta tonalidade é uma recriação do “verde-caçador” e é uma tonalidade que já não era tão viral desde os anos 90.



10 tendências de decoração de quartos para 2019




1. A consistência entre divisões

Em 2019, será ainda mais importante existir uma consistência entre as várias divisões da casa incluindo o quarto. Pense na casa como um espaço único e mantenha o mesmo estilo em todas as divisões.



2. O uso de materiais naturais

A tendência do uso de elementos naturais estará muito mais presente no quarto. A tendência será criar um local relaxante com materiais ecológicos e que remetam o pensamento para a natureza. Móveis de madeira serão a escolha mais recorrente para esta divisão.



3. Os acabamentos imperfeitos

Em relação aos acabamentos, a tendência será ter um look inacabado com inspiração no conceito wabi-sabi. Para criar este look nas suas paredes, pode colocar algumas camadas de tecidos naturais, como algodão, lençóis e almofadas.



4. O desarrumado propositado

O look messy continuará dentro das tendências de design de interiores em 2019. Para criar este look deves deixar alguns elementos dispostos de um modo mais desarrumado, contudo sempre de um modo pensado e tendo em conta a composição geral do quarto.



5. As mesas de cabeceira douradas

Um elemento que pode dar aquele toque especial ao teu quarto em 2019 é nada mais do que uma mesinha de cabeceira dourada. Estas mesas dão por si só um ar mais sofisticado ao quarto.



6. Arte colorida sobre branco

Em 2019, o design de interiores será muito virado para elementos artísticos - com várias cores e padrões a serem livremente utilizados. No quarto, poderás também dar azo a esse teu lado mais artístico e combinar quadros coloridos com tons brancos.



7. As paredes de betão

Paredes de betão com um aspeto mais áspero combinadas com móveis modernos e de tons claros serão outra grande tendência para os quartos em 2019 e é uma tendência que promete durar por bastante tempo.



8. O cinzento com um pouco de cor

Quartos com cores discretas, como vários tons de cinzento, e com pequenos apontamentos de cor estarão nas grandes tendências para os quartos em 2019. Este efeito torna um quarto mais elegante.



9. O design industrial

O chamado “design industrial” é outra tendência para o design de quartos em 2019. Com alguns móveis metálicos consegues um look “industrial” e trendy.



10. A estrutura metálica

Para um look fashion e dentro das tendências de 2019, móveis com estrutura metálica serão a melhor escolha. Esta estrutura fica particularmente bem nas mesas laterais e torna os móveis muito fáceis de combinar com os restantes elementos do quarto.



10 tendências de decoração de casas de banho para 2019




1. O Neo Mint

O Neo Mint já foi anunciado como a cor tendência do design de interiores de 2020. Se gostas de ser sempre o primeiro a instalar as novas modas já sabes o que fazer. Esta cor já será vista em vários designs de interiores de 2019 e podes utilizá-la já na decoração da tua casa de banho. Esta cor fica bem em qualquer divisão da casa.



2. Os espelhos retângulos arredondados

A forma dos espelhos de casa de banho para 2019 é sem dúvida o retângulo arredondado. Este é o passo que se segue aos espelhos circulares, que tanto se têm utilizado nos últimos anos. Estes espelhos dão um toque de elegância e suavidade a esta divisão da casa.



3. As sanitas flutuantes

Em 2019, as sanitas mais trendy serão as flutuantes. Até recentemente, este tipo de sanitas só eram vistas em casas ultra modernas ou em trabalhos de designers conceituados, mas, em 2019, espera-se que este tipo de sanita chegue às casas mais comuns. Estás à espera de quê para aderir a esta tendência?



4. A decoração com mármore

Mármore é tudo o que precisas para ter uma casa de banho moderna e vistosa. Sem dúvida que a natureza tem muita arte. Ao revestires a tua casa de banho de mármore, ficas com um espaço único e com um toque artístico. Claro que esta opção não é das mais económicas, mas a verdade é que é tudo o que basta para tornar uma casa de banho especial.



5. A exposição do “hardware”

Para os fãs de design industrial, 2019 é um ano fantástico para o design de interiores. Nas casas de banho, a tendência será deixar canos e tubos expostos de uma forma harmoniosa. Esta moda é algo que se via nas casas antigas e volta agora a usar-se mas de um modo mais elegante.



6. Os lavatórios debaixo de janelas


Em 2019, os espelhos podem dar lugar a janelas. Neste tipo de casas de banho, consegues ter mais luz natural a iluminar toda a divisão. Tarefas como tratar da higiene pessoal e da maquilhagem tornam-se mais fáceis, iluminadas e inspiradoras até.



7. O uso de betão

Como já referimos anteriormente, no contexto de decoração de quartos, o betão será uma das grandes tendências de 2019. Além de criar instantaneamente um look industrial, o betão cria um ambiente elegante e criativo. Nas casas de banho, vamos ver este material aplicado a lavatórios, bancadas e paredes. O betão pode ser conjugado com elementos orgânicos, como plantas, e também com outros materiais mais tradicionais como porcelana, madeira ou aço.



8. O “latão amanteigado”


Outra grande tendência que 2019 traz para as casas de banho ao nível do design de interiores são os objetos no chamado “latão amanteigado”. Esta cor vem dar um toque de elegância muito relevante às casas de banho. Caso estejas a pensar implementar esta tendência na tua casa de banho, não te esqueças que o acabamento mais desejado para este ano está algures entre o polido e o fosco, dando um aspeto muito orgânico.



9. As casas de banho molhadas


Em 2019, as pessoas esperam sobretudo ver na casa de banho um espaço de descanso e relaxamento. Desta forma, espera-se que os chuveiros se transformem em verdadeiros spas e, para isso, muitas casas de banho estão a ver todo o seu espaço convertido a um grande chuveiro, sendo todo o espaço utilizado para tomar banho, ficando toda a divisão molhada. Como podes ver na imagem, o resultado é uma divisão inspiradora e aconchegante.



10. O preto mate

Como vimos anteriormente, o preto vai ser uma grande aposta para o design de interiores este ano. Nas casas de banho, isto não será diferente, sendo privilegiado o preto mate. Esta cor pode ser utilizada no chuveiro, em torneiras ou em tubos visíveis, tornando de imediato as peças mais elegantes.




sexta-feira, 5 de julho de 2019

Como decorar um quarto para gémeos: criatividade x 2!


Preparar o quarto para a chegada de um filho tem tanto de especial como de intimidante, sobretudo para pais de primeira viagem. Ora, se em vez de um filho vierem dois – ou mais! – então o processo pode mesmo tornar-se stressante. Mas, não se preocupe. A pensar nisso, trazemos-lhe, hoje, uma lista de ideias para quartos de gémeos, sejam eles bebés ou mais crescidos.

Há vários tópicos a considerar: que cores escolher? Como respeitar a individualidade de cada um? Como fazer com a arrumação? Qual é o melhor estilo de decoração para um quarto partilhado? Como optimizar a área disponível? Há muitas perguntas que se impõem, mas, na verdade, com um bom sentido de organização e alguma imaginação não é assim tão difícil.

Ora tome nota. 🐥🐥

1. Esquema cromático e estilo

Cores 🌈

Hoje em dia, as pessoas estão cada vez mais distanciadas da ideia das cores associadas a géneros. O “cor-de-rosa para menina e o azul para menino” é uma concepção que pertence ao passado. A mentalidade da nova geração é totalmente diferente. Se os seus gémeos já forem mais crescidos, pode sentar-se com eles e falar sobre as cores de que mais gostam e ter em atenção se há cores em comum entre as preferências de ambos. Se não houver, pode optar por uma cor para as paredes e por outra para os têxteis. Assim, ambos se sentem representados. No fim, a decisão é sua, mas deve envolvê-los no processo.

Não quer arriscar muito? Está a decorar um quarto para um casal de gémeos? Ora, uma base neutra é sempre uma boa opção. Se escolher tons como o branco cremoso, o cinza claro ou o bege, pode facilmente acrescentar apontamentos coloridos através dos objectos de decoração. Num quarto para gémeos bebés, as cores claras transmitem uma sensação de serenidade que é bem-vinda.

Uma abordagem minimalista 🌱

Em termos de estilo, recomendamos uma abordagem minimalista. Arranjar espaço para duas crianças ao mesmo tempo é desafiante quanto baste, por isso mantenha a simplicidade para conservar o ambiente clean. Tente evitar tonalidades muito exuberantes, padrões complexos e mobiliário ornamentado. Seja, também, criterioso no que toca à escolha dos brinquedos. É normal os amigos e os familiares oferecerem e depressa se acumular uma pilha de brinquedos, mas não precisa de os dar todos de uma vez aos seus filhos. Além disso, deve oferecer ou vender aqueles que eles já não usam para arranjar espaço para os novos.

2. Camas, berços e arrumação


Camas e berços 🐣

É conveniente cada bebé e criança ter o seu próprio berço e, mais tarde, cama. Se o quarto for espaçoso, pode optar por berços e camas individuais. No entanto, há, também, a possibilidade de comprar ou mandar fazer um berço duplo que forme, por exemplo, um “L” para ser colocado numa esquina, libertando o resto do espaço. Veja que soluções há no mercado. Se nenhuma o agradar em particular, peça orçamentos a marceneiros e faça uma encomenda à medida do espaço. Para gémeos mais crescidos, um beliche é uma boa opção, assim como um módulo com duas camas.

Optimização da arrumação 📚

Mais bebés, maior a necessidade de um espaço de arrumação amplo e bem planeado. Não tem, obrigatoriamente, que comprar tudo a dobrar (duas cómodas, dois roupeiros, dois muda-fraldas, e assim por diante), mas deve optimizar o espaço de arrumação do quarto. Um roupeiro, por exemplo, pode ser optimizado através da adição de mais um varão. Como as roupas são pequenas, é uma opção viável e muito prática. Berços e camas com gavetões incorporados são, também, recomendáveis. Para organizar as gavetas, aposte em placas separadoras ou em divisórias. Numa gaveta dividida a meio, pode pôr a roupa interior de um filho de um lado e a do outro no outro lado. Na IKEA, há soluções muito práticas e acessíveis para organizar o interior de gavetas e roupeiros.  



3. Criar zonas de estudo distintas


É importante incutir nas crianças a ideia de partilha. Contudo, todos nós precisamos do nosso espaço e todos temos os nossos próprios interesses. É oportuno o quarto integrar duas secretárias ou uma secretária sob o comprido com duas cadeiras para cada gémeo ter o seu espaço para estudar e para fazer os trabalhos de casa. Pode, também, comprar dois pufes para as crianças lerem, ouvirem música ou, tão-somente, relaxarem. 😴

4. Iluminação e segurança


Iluminação 

A iluminação, num quarto, deve proporcionar aconchego e conforto visual. Num quarto para bebés gémeos e crianças pequenas, é recomendável haver um dimmer - regulador de intensidade – para ajustar a luminosidade a cada momento. O posicionamento dos pontos de luz deve ser pensado de forma criteriosa. Se o quarto tiver duas camas ou dois berços, pode colocar um candeeiro de parede sobre cada um. Pode, também, comprar uma mesa de cabeceira maior onde caibam dois candeeiros ou escolher candeeiros compactos como os que se vêem na imagem acima. Se o quarto for amplo, esta segunda solução não é problemática. Se for pequeno, favoreça iluminação suspensa. Esta lógica também se aplica às secretárias: independentemente de haver apenas uma secretária ou duas, é preferível haver dois candeeiros de mesa, um para cada gémeo. 


Segurança para quarto de bebés gémeos 🍼

Ter gémeos implica sarilho a dobrar! Com um partner in crime sempre pronto a alinhar em tudo, os gémeos tendem a engendrar esquemas engenhosos e a correr mais riscos. Os pais, por mais atentos que estejam, dificilmente conseguirão controlar tudo, pelo que é crucial ir ainda mais além no que diz respeito à protecção e à segurança. Pense nesta questão ainda antes dos seus gémeos nascerem e tome todas as precauções necessárias. À medida que as crianças crescem, pode e deve ir ajustando as medidas que tomou.

5. Sentido de identidade


Já lhe deixámos aqui algumas ideias para quartos de gémeos, mas ainda não abordámos um ponto fundamental: a preservação da identidade de cada um. Sendo certo que o sentido de partilha deve ser incutido em qualquer criança, não é menos verdade que se deve promover a expressão individual de cada uma. Os gémeos partilham a aparência, são confundidos amiúde, são, não raras as vezes, vestidos exactamente da mesma forma, brincam com as mesmas coisas, e estão, quase sempre, na mesma escola e na mesma turma. Não queremos, com isto, censurar os pais que, estamos certos, tomam as decisões que acham melhores por uma questão prática, por questões do foro económico ou até para evitar brigas.

Porém, encorajar a expressão individual de cada gémeo pode começar pelo quarto. Sobre cada cama, por exemplo, pode colocar um placard que sirva para cada um dos seus filhos afixar desenhos, fotografias, coisas da escola, recordações de festas ou de viagens, postais dos amigos, e assim por diante.

É, também, importante cada gémeo ter a sua própria prateleira para acomodar livros, objectos de colecção, brinquedos, molduras, troféus, entre outras coisas. Quase todas as crianças gostam de pintar, por isso pode comprar um cavalete ou um quadro de lousa para cada uma. Os brinquedos também não têm que ser todos partilhados, tampouco os espaços de arrumação dos mesmos. Todas as crianças têm aquele brinquedo ao qual se afeiçoam mais. Os gémeos não são excepção. 👯 



sexta-feira, 28 de junho de 2019

Cortinas – funcionalidade e beleza que nunca passa de moda


Grandes, imensas, janelas… Luz que nunca mais acaba. Vista desafogada e contacto privilegiado entre os interiores e os exteriores das habitações. De tudo isto de faz a arquitectura moderna, pondo de lado tudo o que feche e enclausure…

Mas, e quando a luz é demais e incomoda, a vista desafogada traz consigo olhares curiosos e o contacto com o exterior deixa entrar uma brisa fria? A solução é, hoje e sempre, uma cortina!

Embora possa parecer que as cortinas estão fora de moda e são acessórios raros nos nossos dias, isso está muito longe da verdade. Estas decorações funcionais continuam na ordem do dia hoje, tal como estavam há cinquenta anos atrás. Com as devidas evoluções estéticas, mas estão cá.

Elas vestem uma casa, podendo fazer toda a diferença no estilo, ao mesmo tempo que protegem, e existem modelos para qualquer espaço da casa, só precisa de procurar.

Hoje falamos de cortinas, dos tipos e das utilizações. Não perca!

Tipos de cortinas

As cortinas diferem entre si em alguns aspectos fundamentais que acabam por definir a sua utilização e a sua estética. Vamos ver que tipos de cortinas existem:


Quanto ao funcionamento

·         cortina de varão – as cortinas de varão são as mais conhecidas e as mais fáceis de instalar. Estas cortinas podem pendurar-se por ilhoses ou por tiras de tecido e o varão vai fazer parte integrante da imagem da cortina, e logicamente do espaço. Actualmente estão na moda varões discretos, sem ponteiras ou com ponteiras pequenas, que não se imponham na imagem.

·        
c cortina de carril ou de calha – esta cortina proporciona uma imaginem extremamente elegante, mas só pode ser instalada se existir um cortineiro ou uma sanca para disfarçar o carril. 

·         cortina de enrolar – as cortinas de enrolar, como o seu nome indica, recolhem enrolando sobre um eixo, que pode ser visível ou estar oculto num cortineiro.

·         cortina em painel – as cortinas em painel normalmente são rígidas ou esticadas por um peso na parte interior e abrem e fecham lateralmente, deslizando numa calha.



Quanto ao material

·         cortinas de voile – este é um tecido leve e fresco, muito decorativo, que deixa passar muita luz e não proporciona qualquer protecção contra correntes de ar.

·         cortinas de algodão, linho, sarja, etc. – são cortinas mais pesadas, que proporcionam mais protecção e também podem ser muito decorativas, em função do espaço.

·         cortinas blackout – são pesadas e têm uma camada espessa que impede a passagem da luz. São muitas vezes combinadas com cortinas de voile para obter o melhor dos dois tipos.

·         cortinas de materiais alternativos – fitas, materiais plásticos, palhinha entrançada… Há todo um mundo de cortinas excepcionais, e não será difícil encontrar a certa para si.

O cortineiro


Há basicamente três tipos de cortineiros: sobreposto, embutido ou com iluminação. A escolha do tipo de cortineiros depende do seu gosto e dos planos de design de interiores que o seu profissional possa ter para si. Os cortineiros são estruturas aplicadas no tecto, ou construídas com ele, para esconder o mecanismo de abertura dos cortinados.

O cortineiro sobreposto é aplicado sobre o tecto. Ele pode ser de pladur, madeira ou outro material revestido de tecido.

O cortineiro embutido é um espaço deixado no tecto falso para inserir a parte superior da cortina, escondendo os carris ou os varões. O cortineiro com iluminação é basicamente um cortineiro embutido com um espaço maior para incluir iluminação.

Este não e um sistema obrigatório, mas proporciona-lhe um visual ultramoderno e mais minimalista.



Cortinas para sala


As cortinas para sala são normalmente mais leves e transparentes do que nos restantes espaços, sendo muito utilizadas as cortinas de voile. O motivo é simples: – a sala é um espaço social, menos privado, onde o objectivo das cortinas é especialmente estético. Aqui as cortinas destinam-se a proporcionar um pouco de protecção contra a luz solar excessiva e alguma privacidade, mas não precisam de ocultar totalmente os interiores. 

As cortinas lisas, de cores neutras, são um clássico nas salas, permitindo uma maior personalização com outros acessórios decorativos, como almofadas, mantas ou peças de arte. Actualmente estão muito na moda cortinas com grandes estampados, funcionando como parte integrante do processo de personalização dos espaços.

Se tem dificuldades em definir um estilo, gosta de mudanças rápidas ou de decorações discretas deve apostar em cortinas leves e neutras, eventualmente com um ou outro padrão suave. Por outro lado, se gosta de causar impacto leve muito a sério os padrões grandes e coloridos, com prints vegetais para espaço mais alegres e contemporâneos. Para um estilo menos intenso pode combinar os padrões fortes com cortinas brancas ou beges.

Nas salas de estar ficam especialmente bem cortineiros com sancas, mas se preferir o bom velho varão pode seguir uma via diferenciadora, que se destaque sobre a parede.



Cortinas para quarto


Os quartos são as áreas privadas por excelência. Nestes espaços as cortinas são só devem proteger eficazmente a intimidade dos habitantes e atenuar a luz do sol, com, em última análise, devem bloqueá-la totalmente para proteger o sono dos moradores.

Nos quartos, como na sala, as melhores escolhas de cortinas modernas incidem sobre cortinas em tons suaves para proporcionar o necessário relaxamento que conduz ao sono. Se gosta de dormir para além do nascer do sol (quem não?) pode e deve tentar bloquear ao máximo a entrada de luz. Para esta finalidade pode usar um tecido mais espesso e opaco, de algodão, se não for muito sensível à luz. Mas se for, não pode deixar de colocar cortinas blackout!

As cortinas blackout são pesadas e espessas, e têm um tratamento especial que impede a passagem da luz. São bastante pesadas e deixam o quarto escuro de verdade, pelo que a sua escolha deve recair sobre cortinas de cores neutras e claras. Para ter o efeito cortina blackout quando necessário e depois poder deixar a luz entrar sem comprometer a privacidade pode combinar estas cortinas com outras mais leves, em voile. Para esta combinação ser mais eficaz deve ser montada em carris ou calhas escondidas.

Cortinas para cozinha


Na cozinha vai-se tornado menos usual ver cortinas, mas elas dão muito mais funcionalidade do que se pensa. Nas horas mais quentes do dia, cozinhar com a luz solar a incidir directamente na bancada de trabalho pode ser realmente incómodo!

Mas neste espaço há que ter algum cuidado extra, em especial com o tipo de abertura e com o material.

No que respeita à abertura e montagem, o varão continua a ser útil, mas tendo em conta as difíceis condições de humidade e gordura das cozinhas, devem evitar-se carris e calhas que rapidamente se degradam. Nas cortinas de cozinha o melhor sistema é o de enrolar, que permite um bom controlo de fecho com um modo de funcionamento muito simples e bastante resistente.

Quanto aos materiais, são de evitar os materiais porosos que não se possam limpar com facilidade. Algodões absorventes, linhos… São materiais bonitos mas que depressa vão ficar indelevelmente manchados pelos vapores da cozinha. Aqui o melhor é uma fibra artificial resistente, de preferência com um tratamento anti-nódoas, para permitir limpar com a simples passagem de um pano.

Independentemente do tecido escolhido e do local onde este estiver localizado, as cortinas vão sempre acumular pó, o que as torna pouco recomendáveis para casas com pessoas alérgicas. Nestes casos a melhor solução é investir em persianas metálicas ou plásticas, que possam ser limpas com um pano húmido e aspiradas com muita regularidade. Se não quiser abrir mão da beleza única das cortinas a melhor solução é escolher tecidos sintéticos muito resistentes a lavagens frequentes.

Por outro lado é importante referir que actualmente as tendências ditam que as cortinas mais elegantes chegam do tecto ao chão, mas esta moda é pouco prática nas cozinhas por motivos óbvios, o que abre caminho às cortinas de rolo.

Se tem dúvidas na escolha das cortinas para a sua casa o nosso conselho é que peça ajuda a um decorador pois uma escolha mal feita pode ser desastrosa para o seu estilo!